Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
6

McCartney diz que os Beatles pensaram voltar

O músico britânico Paul McCartney disse, em entrevista à edição norte-americana da revista 'Rolling Stone', que os Beatles pensaram voltar a juntar-se antes da morte de John Lennon, morto a tiro em 1980, à porta do seu prédio junto ao Central Park de Nova Iorque (EUA).
17 de Fevereiro de 2012 às 13:40
Músico de 69 anos aparece na capa da 'Rolling Stone'
Músico de 69 anos aparece na capa da 'Rolling Stone' FOTO: D.R.

"Falámos em reagrupar os Beatles umas quantas vezes, mas faltava paixão para impulsionar essa ideia", disse o músico de 69 anos.

Reis da música pop durante os anos 60, os Beatles chegaram ao fim em 1970, altura em que o casamento de John Lennon com a artista plástica japonesa Yoko Ono se traduziu num afastamento em relação a McCartney, George Harrison (falecido em 2001) e Ringo Starr. Desde então houve colaborações entre alguns dos 'fab four', mas nunca foi possível juntar os quatro num palco ou num estúdio de gravação.

McCartney e Lennon chegaram a partilhar estúdio em 1974, numa sessão em que também marcaram presença Stevie Wonder, Harry Nilsson, Linda McCartney e Bobby Keys, mas Paul admitiu que não se lembra muito do que aconteceu: "Estávamos pedrados. Penso que não havia ninguém ali que não estivesse pedrado."

Paul McCartney Beatles Rolling Stone John Lennon Ringo Starr George Harrison
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)