Medalha do Cante Alentejano obtém Prémio Internacional

Autor da medalha foi o escultor José Teixeira.
Por J. Pires Santos|12.03.18
Medalha do Cante Alentejano obtém Prémio Internacional

O escultor José Teixeira, autor da medalha do Cante Alentejano, foi galardoado com o prémio internacional da melhor medalha cunhada em todo o mundo no ano de 2017.

Após o Cante Alentejano ter sido declarado pela Unesco como Património Imaterial da Humanidade, em 2014, a Câmara Municipal de Serpa solicitou ao escultor José Teixeira a elaboração de uma medalha destinada a assinalar o reconhecimento.

Esta excelente medalha ficou concluída em 2017 e foi distinguida pelo presidente da Federação Internacional da Medalha, também responsável pelo setor medalhístico do Museu Britânico, com o Prémio Medalha SATCH BAMS de 2017.

Trata-se de um prémio disputado todos os anos entre artistas e designers de todo o Mundo, e destinado a encorajar estes profissionais a produzirem medalhas de alta qualidade artística.

A forma da medalha reproduz geograficamente as quarenta localidades que manifestaram apoio ao registo do Cante enquanto Património Imaterial da Humanidade. Localidades que se estendem desde o baixo Alentejo até à periferia da área metropolitana de Lisboa.

O escultor José Teixeira é professor da cadeira de Medalhística da Faculdade de Belas Artes de Lisboa e está representado em diversos museus nacionais e internacionais, entre os quais o Museu Britânico.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!