Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
6

‘Menino do Além’ supera Rodrigues dos Santos

Ainda faltam seis dias até ao final do ano, mas já não restam dúvidas de que o ‘best-seller’ de 2011 em Portugal será ‘O Céu Existe Mesmo’ (Lua de Papel), relato de Colton Burpo, menino norte-americano que, depois de ter sido submetido a uma cirurgia, convenceu os pais de que teria visitado o Céu, conhecendo Deus, Jesus Cristo e familiares falecidos antes de ele próprio ter nascido.
26 de Dezembro de 2011 às 01:00
Desta vez, José Rodrigues dos Santos não terá o livro mais vendido do ano. A ‘culpa’ é do relato de um menino que disse aos pai como é o Céu
Desta vez, José Rodrigues dos Santos não terá o livro mais vendido do ano. A ‘culpa’ é do relato de um menino que disse aos pai como é o Céu FOTO: Mariline Alves

A liderança de ‘O Céu Existe Mesmo’, que dominou as listas dos mais vendidos no Verão, não chegará para suplantar a barreira dos 100 mil livros vendidos, mas basta para ficar à frente de ‘O Último Segredo’ (Gradiva), o mais recente romance de José Rodrigues dos Santos, cujo ‘O Anjo Branco’ foi o ‘best-seller’ de 2010 (à frente de ‘Aproveitem a Vida’, autobiografia de António Feio lançada após a sua morte).

O jornalista da RTP travara no ano anterior um duelo renhido com o norte-americano Dan Brown, com ‘Fúria Divina’ a ficar ligeiramente à frente de ‘O Símbolo Perdido’. Ambos os livros venderam mais de 100 mil exemplares, ainda assim aquém dos resultados obtidos em 2007 e 2008 pelo livro de auto-ajuda ‘O Segredo’, de Rhonda Byrne.

Num 2011 em que a quebra do poder de compra foi evidente, poucos livros conseguiram destacar-se. Um dos poucos, a grande distância dos dois da frente, foi ‘A Mentira Sagrada’ (Porto), novo ‘thriller’ do português Luís Miguel Rocha nos meandros da Igreja Católica.

Entre os autores estrangeiros, ficou provado que a norte-americana de origem chilena Isabel Allende mantém leitores fiéis em Portugal, elevando ‘O Caderno de Maya’ às listas de mais vendidos, e o mesmo sucedeu com o jovem Christopher Paolini, cujo último livro de aventuras fantásticas é ‘Herança’ (Gailivro).

SÓCIO, FIQUEI FORA DO PÓDIO

Poucos portugueses tiveram mais ‘tempo de antena’ do que Paulo Futre ao longo deste ano e, além da sua memorável participação na campanha eleitoral do Sporting – marcada pelos já famosos "charters de chineses" e "sócio, estou concentradíssimo" –, o ‘renascimento’ do ex--futebolista deve-se à biografia ‘El Portugués’ (Livros d’Hoje).

Escrito por Paulo Futre e Luís Aguilar, ‘El Portugués’ contém revelações sobre a carreira da estrela dos relvados, mas isso não foi suficiente para que se encontrasse entre os três livros mais vendidos em Portugal, devendo terminar o ano nos 20 mil exemplares.

Também longe dos mais vendidos ficou ‘Claraboia’ (Caminho), romance de José Saramago que o falecido Nobel da Literatura manteve por publicar durante mais de meio século.

FÓRMULA RESULTA EM PORTUGAL COMO NOS EUA

‘O Céu Existe Mesmo’ foi escrito por Todd Burpo, um pastor metodista do Nebraska, auxiliado por Lynn Vincent e sobretudo pelo seu filho Colton Burpo, que aos oito anos teve uma visão do Além que convenceu os EUA e também Portugal.

Contactado pelo CM, o editor José Prata, da Lua de Papel, sublinhou que o ‘best-seller’ de 2011 funcionou melhor em Portugal do que em mercados "com aparente maiores afinidades com o norte-americano". Os direitos para Portugal foram comprados no início do ano, quando o livro já liderava nos EUA, mas, à falta de concorrência, foram "relativamente baratos".

ROMANCES COM TENDÊNCIA PARA AS 'HISTÓRICAS'

Mais uma vez, os romances baseados em figuras históricas estiveram entre os favoritos, com personagens femininas a tomarem a dianteira. ‘Minha Querida Inês’ (Clube do Autor), no qual Margarida Rebelo Pinto reescreveu a tragédia de Inês de Castro – com descrições de sexo nada usuais em livros de História –, ficou entre os mais vendidos de 2011, tal como ‘Marquesa de Alorna’ (Oficina do Livro), de Maria João Lopo de Carvalho. Neste caso com a particularidade de a vida da nobre também servir de base a ‘As Luzes de Leonor’ (D. Quixote), de Maria Teresa Horta.

JOSÉ RODRIGUES DOS SANTOS LIVROS 'MENINO DO ALÉM' ROMANCES PAULO FUTRE VENDAS
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)