Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
1

MIDEM: AUMENTO DA PIRATARIA EM CAUSA

Há três anos, a nível mundial, era apenas feita uma cópia pirata por cada três discos vendidos. Em 2001, por cada álbum vendido, uma cópia foi feita. São números que assustam e justificam o estado de pânico instalado na indústria musical que pôs a pirataria na ordem no dia da 37.ª edição do Mercado Internacional do Disco e da Edição Musical (MIDEM), a decorrer em Cannes, França.
22 de Janeiro de 2003 às 00:00
As novas tecnologias de difusão da música, como a Internet ou os gravadores de CD, puseram a música acessível gratuitamente mas privaram os seus responsáveis de parte dos rendimentos, nomeadamente devido à troca de ficheiros musicais e desenvolvimento da cópia privada.

O cenário apresentado em Cannes não é nada favorável. Segundo a Indústria Fonográfica há cerca de 600 mil profissionais da música em risco de perderem o emprego, a não ser que a indústria dê uma rápida e eficaz resposta no combate à pirataria.

"São vítimas potenciais da música pirateada ‘on-line’", afirmou Jay Berman da Federação Internacional da Indústria Fonográfica (IFPI). "Na verdade a pirataria ‘online’ não é música gratuita. A música gera e cria donos, nega o direito de escolher como é que querem que a sua música seja usada e apreciada, por isso está de facto a pagar um preço."

"Como passar de um modelo gratuito a um modelo pago" é a problemática com que se defrontam os profissionais de 90 países reunidos no MIDEM. Berman desafiou os executivos das maiores editoras a trabalharem em conjunto numa resposta agressiva: investirem mais na promoção de “downloads” e criarem um "lobby" de modo a aplicar localmente a lei do direito de autor.

Mas há posições diferentes. A directora do MIDEM, Dominique Leguern, defendeu que "a solução passa pela descida substancial do preço dos CD".

Já o cantor Robbie Williams mostrou-se a favor dos “downloads” ao sublinhar que “é óptimo” poder gravar discos na Internet, adiantando que “não há nada que possa ser feito contra isso e que os executivos das editoras não sabem como resolver o problema da pirataria”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)