Miguel Gameiro: “Já escrevi muito sobre mim. Acho que já me esgotei”

O cantor está de volta aos discos com um álbum, ‘Maria’, dedicado à Mulher. O pretexto para falar de género e de estilo...
Por Miguel Azevedo|14.03.18
  • partilhe
  • 1
  • +
Miguel Gameiro: “Já escrevi muito sobre mim. Acho que já me esgotei”
Ao longo da carreira, eles escreveu para várias artistas e cantou com algumas delas. Agora Miguel Gameiro faz-lhes a devida homenagem num disco sugestivamente intitulado 'Maria' e cujas receitas revertem para a instituição Evita, Associação de Apoio a Portadores de Alterações nos Genes Relacionados com Cancro Hereditário.   

'Maria’ é um disco gravado com oito mulheres (entre elas estão Mariza, Ella Nor, Cuca Roseta, Susana Félix ou Miss Lyl), dedicado à mulher e pensado para sair no dia da Mulher. De alguma forma e por algum motivo estava em dívida para com elas?
(Risos) Não. Este é um trabalho que já está pensado há cerca de três anos. Era uma vontade que tinha de fazer um disco que celebrasse a mulher.

Porquê?
Por vários motivos, porque de repente me dei conta que já tinha escrito para várias mulheres, porque já estive em palco com várias mulheres e porque queria muito fazer esta celebração da figura da mulher e das suas várias facetas. E depois porque ao longo do tempo a maior parte dos meus temas são sobre relações, sobre amores e desamores.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!