Milhares fazem a festa em Paredes de Coura

Orelha Negra, Best Youth, Minor Victories e We Trust atuaram no primeiro dia do evento.
Por Silvana Araújo Cunha|18.08.16
  • partilhe
  • 0
  • +
Mal os pórticos se abriram, ontem ao final da tarde, para a 24ª edição do Paredes de Coura, já se sentia a expectativa entre os milhares de visitantes. "É a oitava vez que venho. Já é uma tradição". Cláudia Ribeiro, 25 anos, representa bem o fenómeno daqueles que, depois da primeira visita ao festival minhoto, fazem dele um hábito na agenda de verão. A opinião é comum: Coura é diferente de todos. O cartaz – considerado por muitos uma montra para futuros sucessos mundiais – "é sempre bom". "Paredes é mais do que um cartaz. É o único festival a preocupar-se com o bem-estar e felicidade dos festivaleiros", sublinha a jovem.

A 24ª edição do festival arrancou ontem na praia fluvial do Taboão com concertos de Minor Victories, Unknown Mortal Orchestra e Orelha Negra. Mas há muito mais para ver e ouvir até sábado, com 38 bandas a passar pelo anfiteatro natural rodeado pelo rio. "As bandas que mais quero ver são Chvrches, LCD Soundsystem e Cigarettes After Sex", acrescenta Cláudia, de Oliveira de Azeméis, que chegou à vila dois dias antes do início do festival.

O regresso dos LCD Sound-system é um dos destaques do evento, já que marca um regresso ao local em que, em 2004, se estrearam em Portugal, ainda sem álbuns editados. Honey Kohan, 27 anos, veio de Bruxelas, onde vive, para ver esta e muitas outras bandas. "Já tinha ouvido falar do festival, tem boa reputação na Europa", disse ao CM a sueca, que aproveitou as férias para conhecer o Norte do País.


pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!