Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
9

Milhares vibram com fado à beira do Douro

António Chainho foi um dos destaques da noite.
Nelson Rodrigues e Aureliana Gomes 4 de Junho de 2016 às 10:48
António Chainho foi um dos destaques. Público vibrou com o guitarrista FOTO: Manuel Azevedo
O cartaz é de excelência. As vistas, maravilhosas. Nas margens do rio Douro, na zona da Ribeira, Porto, arrancou esta sexta-feira o segundo Caixa Ribeira. No primeiro dia, o festival de fado contou com mais de 20 espetáculos de vários artistas que atuaram em 10 palcos espalhados por locais emblemáticos da Invicta. Esta sexta-feira, a organização contou com uma enchente de milhares de pessoas. "Espetáculos destes são de louvar, ainda para mais num local mágico como é a Ribeira. Esta é a verdadeira alma portuguesa", disse um espectador ao CM.

Com mais de 50 anos de carreira, o guitarrista e compositor António Chainho foi um dos destaques da noite. O artista, que atuou no palco principal, foi acompanhado por Mafalda Arnauth e Paulo de Carvalho e apresentou ‘Cumplicidades’, editado no ano passado.

"O fado é isto. É muito bom ver o Paulo de Carvalho em palco junto do Chainho. É viver grandes momentos", referiu Miguel Sousa, que reside no Porto e é repetente no festival.
Douro Porto Caixa Ribeira António Chainho Mafalda Arnauth e Paulo Paulo de Carvalho Miguel Sousa
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)