Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
4

Morreu cineasta canadiano Michel Brault

O cineasta canadiano Michel Brault, Palma de Ouro para melhor realizador no Festival de Cannes em 1975, com o filme ‘Les Ordres’, morreu esta segunda-feira, aos 85 anos, devido a problemas cardíacos.

23 de Setembro de 2013 às 16:02
Nascido em 1928, o cineasta era também conhecido como o mestre do documentário
Nascido em 1928, o cineasta era também conhecido como o mestre do documentário FOTO: D.R.

Nascido a 25 de junho de 1928 em Montreal, Michel Brault é frequentemente apresentado como o mestre do documentário, tendo trabalhado com o especialista do género, o etno-antropólogo francês Jean Rouch.

Foi diretor de fotografia do documentário ‘Crónica de um Verão’, realizado por Jean Rouch e pelo sociólogo Edgar Morin, com o qual obteve o prémio da crítica em Cannes em 1961.

O canadiano foi então apresentado por Jean Rouch como o homem que revolucionou a filmagem através do estilo ritmado dado pela utilização da câmara ao ombro.

Conheceu a consagração com ‘Les Ordres’, tendo realizado também ‘Les Noces de Papier’ (1969), e foi o responsável pelo fotografia de filmes como ‘Mon oncle Antoine’ (1971) e ‘Kamouraska’ (1973).

O documentário de Michel Brault ‘Pour la suite du monde’ (1963) foi o primeiro filme canadiano a ser apresentado no Festival de Cannes.

Cultura Cinema óbito Michel Brault
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)