Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura

Morreu historiador austríaco Friedrich Katz

O historiador austríaco Friedrich Katz, autor de uma importante biografia de Pancho Villa e de uma extensa obra sobre a revolução mexicana, morreu sábado, aos 83 anos, nos Estados Unidos, confirmou o Conselho Nacional da Cultura e Artes do México.

17 de Outubro de 2010 às 12:09
Friedrich Katz era professor de história na Universidade de Chicago, tendo a partir daí desenvolvido uma obra centrada na história do México e da América Latina
Friedrich Katz era professor de história na Universidade de Chicago, tendo a partir daí desenvolvido uma obra centrada na história do México e da América Latina FOTO: d.r.

"Katz escreveu inúmeros artigos e livros, na sua maioria traduzidos para espanhol, e dos quais se destacam ‘A Guerra Secreta no México’, em  1982, ‘Pancho Villa’ em 1998, e ‘Revolta, Rebelião e Revolução: A Luta Rural no México do Século XVI ao Século XX" em 1990", destacou o conselho.

Friedrich Katz chegou em 1940 ao México com os seus pais depois destes terem conseguido asilo político no país durante a II Guerra Mundial.

Leo Katz (1892-1954), pai de Friedrich, foi um historiador e  jornalista comunista, de origem judaica, que acabaria por fugir para França em 1933 e que simpatizou com a República Espanhola durante a Guerra Civil do país (1936-1939).

O historiador agora falecido passou a sua adolescência no México, mas viria a graduar-se em Nova Iorque, a doutorar-se em Viena e a concluir um pós-doutoramento em Berlim.

Desde 1971, Friedrich Katz era professor de história na Universidade de Chicago, tendo a partir daí desenvolvido uma obra centrada na história do México e da América Latina e nas relações diplomáticas entre a América Latina, Europa e Estados Unidos.

Katz Historiador Morto
Ver comentários