Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura

Morreu Joan Fontaine aos 96 anos

Morreu domingo, durante o sono, aos 96 anos, a atriz norte-americana Joan Fontaine, que se tornou conhecida graças ao filme ‘Rebecca’, de Alfred Hitchcock.

16 de Dezembro de 2013 às 16:08
Joan Fontaine numa cena do filme que a tornou conhecida: 'Rebeca', de Alfred Hitchcock
Joan Fontaine numa cena do filme que a tornou conhecida: 'Rebeca', de Alfred Hitchcock FOTO: D.R.

Ao longo de quatro décadas, Fontaine rodou cerca de 50 filmes, entre eles ‘Suspeita’, também de Hitchcock, ao lado de Cary Grant. O filme valeu-lhe o Óscar de melhor atriz em 1942.

Se inicialmente a sua carreira ficou marcada pelos papéis de ingénua, na maturidade era a atriz quem escolhia cuidadosamente as personagens que queria interpretar. Mesmo que isso lhe valesse alguns dissabores: chegou a ser suspensa por recusar fazer papéis de mulheres fúteis.

Em vez disso, em filmes como ‘A Deusa do Mal’, de Nicholas Ray, e ‘Terna é a Noite’, de Henry King, interpretou mulheres sofisticadas e complexas.

Irmã da atriz Olivia de Havilland, viveram afastadas uma da outra durante toda a vida adulta, e, quando a mãe morreu, em 1975, deixaram de se falar.

Nascida em Tóquio, a 22 de outubro de 1917, Joan Fontaine conseguiu o seu primeiro papel no cinema no filme ‘Basta de Mulheres’, com Joan Crawford. Fez ‘Bairro Elegante’, ‘Uma Donzela em Perigo’ e ‘Gunga Din’, antes de conseguir o seu primeiro papel como protagonista, em ‘Rebeca’, de Hitchcock, que a tornou uma figura de primeiro plano.

A sua última aparição cinematográfica aconteceu em 1966, no filme de terror ‘The Witches’.

A título pessoal, foi casada quatro vezes, teve duas filhas e os seus últimos anos passou-os na sua residência em Carmel, na Califórnia, a tratar dos jardins e dos cães, que adorava.

Cultura Óbito Joan Fontaine morte 'Rebeca' 'A Suspeita' Hitchcock
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)