Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura

Morreu Joaquim Guerreiro, diretor do Teatro Municipal de Faro

Joaquim José Ramos Guerreiro morreu aos 50 anos, vítima de cancro.
2 de Setembro de 2017 às 10:47
Joaquim Guerreiro tinha 50 anos
Joaquim Guerreiro tinha 50 anos FOTO: Direitos Reservados
A Câmara Municipal de Faro e o Teatro Municipal de Faro anunciaram hoje que o diretor do teatro, Joaquim Guerreiro, morreu hoje de madrugada no hospital de Loulé, vítima de doença prolongada.

"Joaquim José Ramos Guerreiro, 49 anos, deixa-nos um legado de grande valor humano e profissional", escreve a autarquia numa nota enviada à Lusa, na qual destaca que "o Festival F, o Alameda Beer Fest, bem como a nova dinâmica e programação do Teatro das Figuras são algumas das muitas obras que aí ficam, para usufruto de todos os farenses e que contam com o seu enorme contributo".

O funeral de Joaquim Guerreiro realiza-se na segunda-feira, pelas 11:30, em Querença, segundo a autarquia, que dá conta ainda de que "o corpo estará em câmara ardente no domingo, a partir das 17:00 na Igreja Matriz de Loulé".

Joaquim José Ramos Guerreiro era diretor delegado do Teatro das Figuras desde maio de 2014, mas antes disso "já tinha um papel determinante no desenvolvimento da região, tendo exercido funções com grande mérito, quer enquanto dirigente associativo, quer como membro de diversos órgãos autárquicos, tendo sido vereador na Câmara Municipal de Loulé, com os pelouros da Cultura, Eventos e Turismo, entre 2009 e 2013", acrescenta a autarquia.

"Nesta triste ocasião, o município de Faro deixa um voto público de profundo agradecimento a Joaquim Guerreiro e apresenta a todos os seus colegas, familiares e amigos a expressão das suas mais sentidas condolências", conclui o comunicado.
Ver comentários