Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura

Morreu Manuel Reis, fundador do Lux Frágil

A notícia foi confirmada por fonte da discoteca lisboeta.
25 de Março de 2018 às 22:27
Manuel Reis
Manuel Reis
Manuel Reis
Manuel Reis
Manuel Reis
Manuel Reis

O empresário Manuel Reis, fundador da discoteca Lux Frágil, um dos espaços noturnos mais emblemáticos de Lisboa, morreu este domingo vítima de doença prolongada. 

Segundo a Lusa, a cerimónia fúnebre está marcada para terça-feira à noite no Teatro Thalia, em Lisboa, em hora a anunciar.

"Foi hoje, em Lisboa, a cidade que ele escolheu. A cidade que agora se despede de um dos seus maiores inventores. O Manuel fez maior esta cidade, o nosso mundo e as nossas vidas também", afirma o Lux-Frágil em comunicado.

Reis marcou a noite lisboeta desde os anos 80, com a fundação do Frágil no Bairro Alto (no número 126 da Rua da Atalaia). O seu mais recente projecto era o bar Rive Rouge, no primeiro andar do Mercado da Ribeira.

Como Margarida Martins contou em entrevista ao jornal Sol, Manuel Reis vendia antiguidades e era dono da Loja da Atalaia. Depois de ter aberto o Frágil, abriu o Pap’Açorda, em 1982.

Em 1998, Reis trocou o Bairro Alto para junto da estação de Santa Apolónia e mudou-se para a discoteca Lux Frágil. Abriu o espaço com o sócio John Malkovich.

Margarida Martins era porteira do Frágil, no Bairro Alto, durante os anos 80 e foi uma das primeiras a lamentar a morte de Reis. A agora presidente da Junta de Freguesia de Arroios confirmou a morte de Reis no Facebook. 



Também João Soares, antigo presidente da Câmara Municipal de Lisboa, manifestou pesar.

Manuel Reis Lux Frágil morte óbito discoteca Lisboa
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)