Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
9

Morreu o dramaturgo francês Roland Dubillard

O escritor, dramaturgo e comediante francês Roland Dubillard, autor, entre outras, da peça de teatro 'Les Diablogues', morreu esta quarta-feira em Paris, aos 88 anos, anunciou o agente do autor.



14 de Dezembro de 2011 às 12:18
O encenador Jean-Michel Ribes(na foto) considerava Roland Dubillard "um imenso poeta cómico"
O encenador Jean-Michel Ribes(na foto) considerava Roland Dubillard 'um imenso poeta cómico' FOTO: Reuters

O escritor, dramaturgo e comediante francês Roland Dubillard, autor, entre outras, da peça de teatro ‘Les Diablogues', morreu hoje em Paris, aos 88 anos, anunciou o agente do autor.  

Responsável por uma obra marcada pela poesia absurda e o humor negro, muitas vezes comparada à de Beckett e de Ionesco, Roland Dubillard escreveu sobretudo sobre teatro, deixando peças como ‘Naïves Hirondelles' (1961), ‘Le Jardin aux Betteraves' (1969) e ‘Les Diablogues' (1975).  

Nascido a 2 de Dezembro de 1923 em Paris, foi também autor de novelas. Em 1987 foi vítima de um acidente vascular cerebral que deixou sequelas, obrigando-o a deslocar-se em cadeira de rodas.   

"[Era] um imenso poeta cómico", declarou o encenador Jean-Michel Ribes, para quem as peças de Dubillard eram "uma resposta absoluta a todas estas ideias que nos tornam apenas máquinas de fazer dinheiro", referiu. 

Para o encenador, Roland Dubillard "é alguém que provavelmente só agora vai ter o reconhecimento do seu incrível génio".  

Roland Dubillard marcou também presença no cinema com papéis em filmes de vários realizadores, com Jean-Pierre Mocky, em ‘Les Compagnons de la Marguerite' e ‘Le Témoin', com Yannick Bellon, em ‘Quelque part quelqu'un', com Alain Corneau, em ‘France, Société Anonyme', e Serge Gainsbourg, em ‘Charlotte Forever'.  

morre; escritor; frânces; Roland Dubillard;
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)