Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
7

Morreu o fotógrafo Rui Martins

Madeirense destacou-se pela aplicação de novas tecnologias no audiovisual.
Lusa 2 de Janeiro de 2018 às 15:56
O fotógrafo Rui Martins
O fotógrafo Rui Martins FOTO: Biografias da Madeira
O fotógrafo Rui Martins, conhecido na sociedade madeirense pela aplicação de novas tecnologias na área audiovisual, morreu na segunda-feira, vítima de esclerose lateral amiotrófica, confirmou esta terça-feira fonte da família.

Licenciado em Engenharia Civil pelo Instituto Superior Técnico, em Lisboa, Rui Martins foi distinguido em 1999 com o prémio Apex - Award for Publication Excellence, galardão anual que abrange o universo das publicações, desde revistas e jornais às redes sociais e trabalhos multimédia.

Rui Martins, também trabalhou em Angola, como fotógrafo e engenheiro civil, fundou, em 1995, a empresa Rumavídeo, dedicada à fotografia e às produções audiovisuais, muitas das quais com as ilhas da Madeira e do Porto Santo como base de trabalho.

Foi o autor dos documentários sobre a Madeira, para o pavilhão desta região, na Expo98, em Lisboa. O fotógrafo faria 67 anos a 14 de janeiro.

Governo Regional da Madeira manifesta pesar
O governo madeirense manifestou esta terça-feira o seu pesar pela morte do fotógrafo e engenheiro Rui Martins, destacando o seu "legado importante" na região.

Na nota divulgada, o executivo sublinha que Rui Martins era um "conhecido profissional ligado à fotografia e ao vídeo, cujas produções muito contribuíram para promover as paisagens, usos e costumes da Região Autónoma da Madeira"

"Aos familiares e amigos, o presidente do Governo Regional [Miguel Albuquerque] endereça as mais sentidas condolências, relevando o legado importante do engenheiro Rui Martins na produção audiovisual", diz em comunicado.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)