Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
8

Morreu o pintor Fernando Lanhas

O pintor e arquitecto Fernando Lanhas faleceu sábado à noite, no Porto, aos 88 anos, confirmou à Agência Lusa o director do Museu de Serralves, João Fernandes, considerando-o como "um dos casos mais singulares da arte portuguesa".
5 de Fevereiro de 2012 às 16:22
Fernando Lanhas (à esquerda), em 2007, quando foi distinguido com doutoramento "Honoris Causa" pela Faculdade de Belas Artes do Porto
Fernando Lanhas (à esquerda), em 2007, quando foi distinguido com doutoramento 'Honoris Causa' pela Faculdade de Belas Artes do Porto FOTO: d.r.

Em declarações à Agência Lusa, João Fernandes afirma que Fernando Lanhas deixou "uma obra riquíssima, que o distingue como um dos mais importantes artistas portugueses no século XX depois de Amadeo de Souza-Cardoso".

Defendendo que o pintor foi "um pioneiro em Portugal na prática da abstracção geométrica", o director do Museu de Serralves disse ainda que este "foi um artista extraordinariamente singular, um dos casos mais singulares da arte portuguesa e um dos casos mais universais que Portugal não conseguiu ainda divulgar internacionalmente".

"Um homem que se interessava pelo seu tempo, pela arte do seu tempo e pelos problemas do seu tempo. Nessa medida, Fernando Lanhas soube fazer convergir a arquitectura, a arqueologia, a ciência, a astrofísica e a astronomia na sua obra", explicitou.

Na opinião de João Fernandes, Fernando Lanhas "soube levar a pintura para uma apropriação e um trabalho com a natureza que foram únicos no seu tempo".

"Como arquitecto, ele foi não só um autor de casas como também um grande salvador de casas. Muitas casas antigas no Porto devem o facto de terem permanecido às campanhas que Fernando Lanhas desenvolveu para as salvar", recordou.

Segundo o director do Museu de Serralves, a instituição cultural do Porto fez "a exposição retrospectiva mais completa da obra de Fernando Lanhas até ao momento realizada, tendo em vários momentos dedicado homenagens e realizado sessões sobre a obra do pintor".

Nascido no Porto a 16 de Setembro de 1923, Fernando Lanhas, que estudou arquitectura na Faculdade de Belas-Artes na Universidade do Porto, começou a pintar em 1944, tendo recebido o "Honoris Causa" pela Universidade do Porto em 2005.

O corpo de Fernando Lanhas encontra-se em câmara ardente na Igreja Nossa Senhora da Boavista, no Foco, no Porto, realizando-se o funeral na próxima segunda-feira.

Óbito Fernando Lanhas pintor arquitecto Serralves
Ver comentários