Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
3

Murais do século XV e XVI descobertos em igreja de Foz Côa

Obras de restauro da Igreja Matriz de Freixo de Numão, em Vila Nova de Foz Côa, colocaram a descoberto pinturas murais a fresco dos séculos XV e XVI, com representações de S. Pedro
26 de Outubro de 2012 às 10:51
A região de Foz Côa já é conhecida pela arte rupestre
A região de Foz Côa já é conhecida pela arte rupestre FOTO: D.R.

"Durante a desmontagem de dois altares da nave da igreja descobriu-se um painel de pinturas murais a fresco, provavelmente datadas do século XV ou XVI", disse esta sexta-feira o técnico de restauros, Carlos Costa, citado pela Lusa.

O painel está dividido em duas partes, sendo que uma delas apresentas sinais de avançado estado de degradação e pouco ou nada dá para identificar.

"Numa segunda fase, vamos fazer uma intervenção na área da capela-mor e esperamos que surjam algumas surpresas em termos de pinturas murais a fresco. Estes trabalhos serão iniciados em Novembro ou Dezembro", acrescentou o técnico.

Os especialistas são da opinião que a descoberta deveria ser alvo de um tratamento "preventivo e conservativo" para se manter o estado de conservação das pinturas. "A pintura é um elemento rico do ponto de vista artístico e apresenta traços do período romano", frisou.

A intervenção, levada a cabo pela empresa de "Atelier Samthiago", sediada em Viana do Castelo, prevê o tratamento de conservação e restauro da talha e pintura sobre madeira da igreja, tendo-se, de um modo geral, iniciado os trabalhos com a desmontagem dos retábulos existentes e datados de meados do século XVIII, para reforço e consolidação das suas estruturas.

O estudo da pintura vai prosseguir, tal como o normal desenrolar dos restantes trabalhos de conservação e restauro, que deverão estar concluídos em finais de Maio de 2013.

A actual Igreja Matriz de Freixo de Numão é de origem românica onde se destacam, no seu interior, alguns altares barrocos em talha dourada, estando situada nas proximidades de uma necrópole.

foz côa arte murais igreja
Ver comentários