Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
2

Museus bicéfalos

António Filipe Pimentel, ex-director do Museu Grão Vasco (de Viseu), é o novo director do Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA), mas o seu antecessor, Paulo Henriques, garante que só soube ontem, através da Comunicação Social, quem o iria substituir.
21 de Janeiro de 2010 às 00:30
Gabriela Canavilhas, ministra da Cultura, ontem no Museu de Arte Popular
Gabriela Canavilhas, ministra da Cultura, ontem no Museu de Arte Popular FOTO: José Sena Goulão/Lusa

"É a única mágoa com que fico", disse, durante a apresentação, pela ministra da Cultura, Gabriela Canavilhas, do ‘Plano Estratégico para os Museus’. Um plano onde aos novos directores é exigido um "perfil dinâmico".

"Não é uma crítica, mas precisamos de alguém com um perfil mais consentâneo com as novas directivas para os museus", explicou a ministra. De resto, António Filipe Pimentel não estará muito tempo sozinho à frente do Museu, já que o MNAA deverá ser o primeiro dos museus nacionais a experimentar um modelo de gestão partilhada. Trata-se de uma "gestão bicéfala", cuja lei já está em preparação, e que prevê que um director e um subdirector dividam responsabilidades.

Outras novidades do plano serão a passagem de alguns museus para tutelas municipais (como o Museu José Malhoa, das Caldas da Rainha), a adopção de formas de gestão semiprivada (como acontece no Museu Berardo e no Museu de Serralves) e a definição dos orçamentos para três anos, coincidindo com o período de duração dos mandatos dos directores.

Ao anunciar a reabertura de vários espaços museológicos – Museu de Arte Popular, Museu dos Coches (cujas obras arrancam em breve), Museu Nacional de Arqueologia (que deverá ir para a Cordoaria), Museu de Arte Contemporânea do Chiado (que vai ser alargado) –, Canavilhas reitera a sua convicção de ter "um orçamento melhorado" para a Cultura no próximo Orçamento do Estado. "Encontraremos soluções", diz.

PORMENORES

MUSEUS GRATUITOS

Gabriela Canavilhas admitiu que, num cenário ideal, os museus seriam gratuitos para todos os portugueses.

VOLUNTARIADO

A ministra da Cultura gostaria de atrair voluntários para desempenhar tarefas em museus que se confrontam com falta de pessoal.

PROCURA DE PARCEIROS

Uma das atribuições dos directores dos museus será a procura de parceiros financeiros.

NOMEAÇÃO POLÉMICA

A ministra justificou a escolha de Joana Gomes Cardoso para directora-geral, chamando-lhe "cidadã do Mundo" e uma "jornalista com apetência pela cultura".

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)