Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
9

Músico acusado de plagiar tema no Festival da Canção

Concorrente apresenta música semelhante à de artista internacional.
Bianca Pereira 24 de Janeiro de 2021 às 01:30
Pedro Gonçalves
Pedro Gonçalves FOTO: Direitos Reservados
Depois de ter sido um dos 20 autores escolhidos para compor uma música para o Festival da Canção, organizado pela RTP1, Pedro Gonçalves está a ser acusado de plágio. A canção, com letra e música do cantor, foi apresentada no passado dia 20 de janeiro e intitula-se ‘Não Vou Ficar’.

No entanto, foram vários os telespectadores que notaram as semelhanças entre a música e a canção ‘Guilty Conscience’, da artista de hip-hop 070 Shake. "Boa música, pena ser plágio autêntico da Guilty Conscience da 070 Shake" foi apenas um dos muitos comentários deixados na página oficial do evento, com os fãs a denunciarem as semelhas entre as letras da música do português e as da artista norte-americana e a exigirem explicações.

‘Não Vou Ficar’ faz parte do alinhamento da segunda semifinal do Festival da Canção 2021. O artista, de 23 anos, natural da Maia, conquistou a oportunidade de apresentar um tema da sua autoria e candidata-se a ser o representante de Portugal no próximo Festival Eurovisão da Canção. O Correio da Manhã tentou uma reação da parte do músico acerca da polémica, mas Pedro Gonçalves não respondeu aos contactos até ao fecho da edição.

Recorde-se que, em 2018, Diogo Piçarra desistiu do Festival da Canção depois de ter visto o tema que interpretou ser comparado a uma canção religiosa gravada e editada pela IURD.

Após ter assumido as semelhanças entre as duas canções, o músico decidiu não participar.
Não Vou Ficar Shake RTP1 Pedro Gonçalves artes cultura e entretenimento música
Ver comentários