Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
3

Músico surfista volta à casa portuguesa

Quando se sentou no palco da Aula Magna, em Lisboa, de guitarra na mão e rodeado de público, Donavon Frankenreiter confirmou o que já todos sabiam. O surfista americano que virou músico é mesmo um fenómeno de popularidade por cá e as melodias que tira da guitarra transportam salas inteiras para uma praia deserta num dia de Verão.
19 de Novembro de 2005 às 00:00
Donavon Frankenreiter conquistou o público português
Donavon Frankenreiter conquistou o público português FOTO: Jorge Godinho
Após as visitas a Portugal – em Maio de 2004, com Jack Johnson, e já este ano, no Festival Sudoeste – Donavon regressou, esta semana, como cabeça de cartaz para espectáculos em Lisboa (quarta-feira), e Porto, no dia seguinte. E trouxe também um amigo para partilhar as salas cheias. The White Buffalo, um americano enorme de voz rouca, que enche o palco com apenas uma guitarra, conquistou a plateia e, a avaliar pelos aplausos, a sua página na internet (onde é possível adquirir os seus álbuns) deve ter recebido várias visitas de Portugal.
Com a temperatura perto do máximo, Donavon encarregou-se do resto com o estilo e a mestria que costuma aplicar nas ondas. ‘Butterfly’, ‘Heading Home’ e ‘Swing on down’, entoados com a ajuda do público, foram os primeiros temas. “Estamos muito contentes por regressar a Portugal”, disse Donavon, no seu jeito apressado.
Em sintonia com o público, o californiano ‘abrilhantou’ vários temas com solos de guitarra e não se cansou de puxar pela banda. O álbum inteiro passou numa hora e foi no encore, antes de se sentar no palco, que Donavon disse o que todos queriam ouvir: “Estar aqui é como estar em casa.”
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)