Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
6

“Não dizemos só bem de Sócrates”

José Sócrates foi um dos alvos de ‘Os Senhores da Má Língua’ Rui Zink e Manuel Serrão, na apresentação, no Casino da Figueira da Foz, do livro que escreveram com o ausente Miguel Esteves Cardoso. Em tom sarcástico, Serrão referiu-se ao primeiro-ministro como uma das pessoas mais bem tratadas na obra. Rui Zink acrescentou: "Não dizemos bem só de Sócrates, mas também de Salazar."
8 de Janeiro de 2009 às 00:30
Miguel Esteves Cardoso faltou à sessão, que decorreu no Casino da Figueira da Foz na noite de terça-feira
Miguel Esteves Cardoso faltou à sessão, que decorreu no Casino da Figueira da Foz na noite de terça-feira FOTO: Ricardo Almeida

"Quando disseram a Salazar que em Barrancos havia os touros de morte ele ordenou que se proibisse e se mandasse para lá a GNR. Ao ser informado de que a GNR também gostava de ver, respondeu: ‘Então que vão ver, mas sem farda’." Conclusão de Rui Zink: "Portugal é isto. É a nossa relação com as leis e a forma como as contornamos."

Manuel Serrão felicitou os que compraram o livro em 2008, porque "continua a valer o mesmo, não se podendo dizer o mesmo de algumas acções". Zink classificou a sessão de terça--feira à noite como uma reedição da ‘ASAE parte II’, que 2007 começou com o presidente da ASAE a fumar num casino e 2009 começa com ele próprio a "fumar no casino". Depois, pegou numa beata garantindo ser a do cigarro que Sócrates fumou no avião.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)