Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
6

NEM LULA RESOLVE O PROBLEMA SOZINHO

Se o presidente brasileiro Lula da Silva pudesse ficar mais um dia em Portugal, teria oportunidade de ver "Selvagens", a peça de Christopher Hampton que nos fala do massacre dos índios da Amazónia e da destruição progressiva da floresta tropical brasileira, e que tem estreia marcada para esta noite, no Pequeno Auditório do Centro Cultural de Belém.
12 de Julho de 2003 às 00:00
 Cristina Carvalhal é uma das actrizes que integra o elenco de Selvagens
Cristina Carvalhal é uma das actrizes que integra o elenco de Selvagens FOTO: marta vitorino
Graça Corrêa assina a encenação mas diz-nos que o texto não avança qualquer solução para o problema amazónico. "Se calhar, nem o Lula pode resolver esta situação. Mesmo que, utopicamente, tivesse essa vontade, não sei se seria capaz de lutar contra os interesses envolvidos..."
Com uma equipa de luxo - de onde se destacam os nomes de António Rama, Cristina Carvalhal e Luís Gaspar - o espectáculo tem o objectivo de alertar as consciências para as grandes causas.
"O texto fala-nos da destruição do Homem pelo Homem, em função do lucro", diz o actor António Rama (de "O Olhar da Serpente"). "Acho que vai interessar toda a gente que se preocupa com a ecologia e com os direitos humanos." E Cristina Carvalhal acrescenta: "O texto questiona as pessoas sobre o tipo sociedade que estamos a construir. É isto que queremos para o futuro?"
"Selvagens", que foi montado e estreado sem um tostão do Ministério da Cultura (porque os subsídios ainda não foram pagos), estará em cena até dia 21, mas o elenco - de que ainda fazem parte Adriano Carvalho, Carlos Aurélio, João Craveiro e Gonçalo Portela - admite que fez das tripas coração para levar o projecto avante.
"Mesmo que esta situação com o Ministério da Cultura piore, o teatro não vai acabar", afirma Carlos Aurélio. "Sei que o nosso futuro enquanto profissionais de teatro está tão ameaçado como os dos índios, mas por nada deste mundo desistiremos".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)