Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
7

Noite ficou mais quente com Azealia

Rapper norte-americana lançou em palco Johnny Marr e os Arctic Monkeys foram os mais esperados pelos fãs
19 de Julho de 2013 às 01:00
Azealia Banks mostrou como o rap pode ser muito sensual durante o seu espetáculo
Azealia Banks mostrou como o rap pode ser muito sensual durante o seu espetáculo FOTO: Bruno Colaço

Um final de tarde frio recebeu as cerca de 7500 pessoas que entraram no recinto do Super Bock Super Rock (SBSR) nas primeiras horas do arranque da 19º edição do festival.

Os Arctic Monkeys, cabeças de cartaz, foram a principal razão que levou o público à Herdade do Cabeço da Flauta , no Meco. "É o grupo que mais quero ver, por contágio do meu namorado, que me obrigou a vir", conta ao CM Maximiana Pinto, estudante, 23 anos, de Armamar. "As expectativas são altas e espero divertir-me muito durante os três dias de festival", conta.

O pó e a areia continuam a ser as principais críticas apontadas ao festival, apesar de este ano as condições em frente ao palco principal serem melhores do que em edições anteriores. Mas o cartaz mostrou ser mais forte que as condicionantes para as 25 mil pessoas que se deslocaram ao Meco. Fredrik Ovgard, 27 anos, veio da Suécia e diz estar "ansioso" para ver bandas, como os Arctic Monkeys ou os The killers. "O ambiente está espetacular. É muito diferente da Suécia, onde nem sequer podemos beber cerveja nos festivais", revela.

O palco principal foi inaugurado pelas portuguesas Anarchicks. O quarteto feminino atacou as cerca de quatro mil pessoas que as esperavam com um rock poderoso e sem concessões. A promoverem o primeiro álbum, ‘Really?!’, mostraram como o noise rock pode ser intenso sem perder a melodia.

"Espero que estejam todos a divertir-se!", gritou Azealia Banks, que não parou de puxar pelas cerca de dez mil pessoas que se aglomeravam à frente do palco principal para apreciarem o rap nova-iorquina. Apelativa quanto baste, a rapper do Harlem entusiasmou uma audiência que nunca deixou de a apoiar.

‘1991’ e ‘212’ foram dois dos temas que serviram de tónico perfeito para a introdução de Johnny Marr. O ex-guitarrista dos Smiths subiu ao palco antes do momento mais esperado da noite, o espetáculo dos Arctic Monkeys.

azelia banks concerto música super bock super rock festival meco
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)