Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
1

Novas provas contra Jackson

Está cada vez mais complicada a vida para Michael Jackson. Não contente com as acusações de abuso sexual de menores que recaem sobre o cantor, o Ministério Público admite, que na próxima audiência, a realizar no próximo dia 20, vai apresentar novas provas que indiciam que Jackson é reincidente neste tipo de crimes. Por enquanto a natureza do material está no segredo dos deuses.
16 de Dezembro de 2004 às 00:00
Michael Jackson continua a alegar inocência
Michael Jackson continua a alegar inocência FOTO: Reuters
Segundo os promotores de Santa Barbara as novas provas visam mostrar que o cantor, de 46 anos, que é acusado de ter abusado sexualmente de um menino no seu rancho de Neverland, tem uma propensão para cometer este tipo de crimes.
“A melhor forma de mostrar que um homem é um abusador sexual é provar que ele abusou sexualmente uma, e outra e outra e outra vez”, comentou, a propósito Gerald Franklin promotor distrital de Santa Barbara.
“Os novos indícios serão apresentados para comprovar questões materiais e relevantes sobre a intenção, as motivações e as oportunidades do réu e seu plano e esquema comum para cometer os crimes de que é acusado”, acrescentou.
Por seu lado, as provas servirão para corroborar as versões da alegada vítima e da sua família, acusados pelos advogados de Jackson de apenas quererem extorquir dinheiro ao cantor. Recorde-se que Michael Jackson continua a negar a autoria dos crimes.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)