Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
8

Novo museu de Lisboa custou 20 milhões

Fundação EDP custeou o projeto e contratou arquiteta britânica para conceber o edifício.
Ana Maria Ribeiro 3 de Outubro de 2016 às 01:45
MAAT  fica junto ao Museu de Eletricidade
MAAT fica junto ao Museu de Eletricidade FOTO: Direitos Reservados
Alguns dizem que é uma onda outros uma nave espacial, mas é, obviamente, um museu", afirma Miguel Coutinho, diretor-geral da Fundação EDP, a entidade que financiou – com "cerca de 20 milhões de euros" – a construção do novo espaço museológico de Lisboa. O MAAT, ou Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia, fica mesmo ao lado do Museu de Eletricidade e foi projetado pela arquiteta britânica Amanda Levete, de 60 anos, para se confundir com o ambiente circundante.

A criadora – habitualmente aplaudida pela construção de formas orgânicas – usou placas de cerâmica para a fachada (para que refletissem a luz do sol e do rio) e fez com que portas e janelas se tornassem quase invisíveis. Ao CM, Miguel Coutinho explica que todo o museu foi pensado para estreitar a relação dos lisboetas com o Tejo.

No entanto, apesar da fundação disponibilizar dois milhões de euros anuais para a programação, o responsável não faz previsões sobre o número de pessoas que o equipamento possa vir a atrair. "Não estamos preocupados com o retorno, pensamos o MAAT como um legado ao País", garante, ao mesmo tempo que promete que o museu vai "promover os artistas portugueses, trazer a Portugal artistas estrangeiros e estabelecer muitas parcerias com museus internacionais".
Com inauguração marcada para quarta-feira, todas as atividades terão entrada livre, dividindo-se o programa em duas partes: do meio-dia às seis serão inauguradas três exposições; entre as seis e a meia-noite haverá música. Com a atuação, entre outros, de Carminho e Dead Combo.
Miguel Coutinho Fundação EDP Amanda Levete Portugal Carminho Dead Combo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)