Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
6

Nuno Prata apresenta ‘Deve Haver’ no TEMPO

Longo já vai o tempo do baixista Nuno Prata como um dos elementos da banda portuense Ornatos Violeta. Desde a extinção do grupo, em 2002, Nuno lançou-se numa carreira a solo que já tem mais de seis anos e que culmina com o disco de originais ‘Deve Haver’, apresentado esta noite, pelas 22h00, no café-concerto, no Teatro Municipal de Portimão – TEMPO.
11 de Março de 2011 às 00:30
ORNATOS VIOLETA, NUNO PRATA, PORTIMÃO, DISCO
ORNATOS VIOLETA, NUNO PRATA, PORTIMÃO, DISCO FOTO: direitos reservados

Nuno Prata mostra um disco sincero e transparente, onde coloca várias questões que poderão ser facilmente identificadas por muitos da sua geração. Um espectáculo em que faz o papel de cantor, guitarrista e baixista, tudo num só artista, contando ainda com a ajuda de Nico Tricot e António Serginho a comandarem a percussão e os teclados. A realidade da vida de Nuno Prata condensa-se nesta reunião de temas compostos nos últimos oito anos e que têm como ponto de partida a saída dos Ornatos Violeta, passando pela estreia a solo, as expectativas geradas e todas as inquietações, sem deixar de lado a recente paternidade e as responsabilidades inerentes.

‘Cala-te e Come (Expiação do Derrotado)’ e ‘Um Dia Não São Dias Não’, os temas mais recentes do disco, são um bom espelho da sinceridade do músico de 36 anos.

As entradas do espectáculo são gratuitas.

ORNATOS VIOLETA NUNO PRATA PORTIMÃO DISCO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)