Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
2

O ÚLTIMO ROMÂNTICO DA ESTRADA

Registo dos acontecimentos do nono dia do 'Roteiro da Utopia' relativo à etapa Leiria-Pombal: ora lá cumpri eu mais uma etapa e eis-me em Pombal, em plena Feira Nacional de Artesanato e Tasquinhas.
24 de Setembro de 2004 às 00:00
Estão a ver as 'obrigações sociais' a que vou estar sujeito, não é? Pois! Já na paródia com uns pândegos locais lá saltou a boca de eu ser o último romântico da estrada. Aliás, esta coisa dos rótulos começou com o CM , que nas vésperas da minha caminhada me baptizou de Músico Peregrino.
Agora chamam-me o último romântico da estrada, qualquer coisa tipo o Júlio Iglésias do IC 19. Acontece que não me revejo nem num, nem noutro cenário, e muito menos no pântano de equívocos musicais que se possa situar entre ambos. Estou, porém, disponível para dar a minha singela contribuição à festa das rotulagens, fornecendo pistas para futuras comparações.
A saber: tenho o cabelo comprido atrás e escasso à frente como o Léo Ferré; ostento um nariz afirmativo como o Chopin; tenho a pica provocatória do Zé Mário Branco; e, se as representantes do belo sexo acharem por bem dizer que tenho a chama sexual do Brad Pitt também não vou ficar chateado. Pronto, foram só algumas pistas, mas por favor parem de me chamar músico peregrino ou o último romântico da estrada, ok? Bijos prò povo que eu vou voltar pràs tasquinhas...
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)