Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
7

Oliveira recupera com acupunctura

O realizador Manoel de Oliveira tornou-se, aos 102 anos, um adepto da acupunctura. O cineasta de ‘Aniki Bobó’ recuperou, recentemente, de uma deslocação no ombro, que lhe debilitava os movimentos, ao recorrer à medicina chinesa, que envolve a aplicação de agulhas em pontos definidos do corpo para contornar a dor.
3 de Maio de 2011 às 00:30
Maria Isabel está satisfeita com o regresso do marido ao activo
Maria Isabel está satisfeita com o regresso do marido ao activo FOTO: Eric Gaillard/Reuters

Segundo confidenciou ao CM a sua mulher, Maria Isabel, os esforços para obter uma cura para o problema físico não foram nada fáceis e foi pedida ajuda a vários clínicos. "Teve de ir a quatro médicos e nada parecia resultar", lembrou.

Depois de semanas com dor, Oliveira rendeu-se à acupunctura e conseguiu bons resultados: "Só assim é que melhorou", admitiu Maria Isabel. No entanto, nem tudo foram rosas durante a terapia feita no Porto: "Foi muito dolorosa a inserção das agulhas", acrescentou.

O realizador esteve na quinta--feira na abertura da Sala Manoel de Oliveira, no Cinema São Jorge, em Lisboa. Na altura, Maria Isabel revelou-se satisfeita com o regresso ao activo do marido e elogiou a obra ‘O Estranho Caso de Angélica’, já em exibição: "Ele voltou a trabalhar. O seu último filme está a ter críticas óptimas inclusivamente em França", comentou ao CM.

MANOEL DE OLIVEIRA CINEMA ACUPUNCTURA
Ver comentários