Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
9

Ópera Carmen no Atlântico

A ópera em versão monumental regressa hoje ao Pavilhão Atlântico, em Lisboa, com a produção ‘Carmen’, uma versão considerada “arrojada e inovadora” da obra-prima de Georges Bizet.
15 de Dezembro de 2007 às 00:00
Desta feita, trata-se da primeira grande ópera de produção europeia a ser dirigida por uma mulher muçulmana, no caso Yekta Kara, directora artística da Ópera de Istambul, Turquia.
Um ano depois de ‘Aida’, o Atlântico recebe mais uma obra propositadamente concebida para recintos desta dimensão e que anda em digressão desde Outubro. Em palco, 70 músicos e 60 cantores – a Orquestra Filarmónica de Lemberg e o Coro Nacional da Ucrânia– acompanham um elenco que reúne cerca de 30 actores e bailarinos, entre os quais se incluem cinco crianças.
A história arrebatadora e romântica da cigana Carmen, que se desenrola em Sevilha, começa a ser contada às 21h30. As entradas (a preços que variam entre 22,50 e 100 euros) estão à venda nas bilheteiras do recinto e nas lojas Fnac, agências ABEP e Alvalade, Casa Viola, ACP e em www.pavilhaoatlantico.pt.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)