Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
5

Ornatos Violeta trazem nova ‘eucaristia rock’ (COM VÍDEO)

Quando a música se transforma numa quase religião, assiste-se de tempos a tempos a fenómenos como o dos Ornatos Violeta. Ontem à noite, no Coliseu de Recreios lotado de fiéis, o grupo celebrou o primeiro de três concertos em Lisboa como se de uma ‘eucaristia rock’ se tratasse. Depois da ‘ressurreição’ no Festival Paredes de Coura, os Ornatos Violeta subiram ao ‘altar’ – cerca de 15 minutos depois da hora marcada – em apoteose numa espécie de ‘Velho Testamento’ que assenta em duas escrituras essenciais: os discos ‘Cão’ (1997) e ‘O Monstro Precisa de Amigos’ (1999).

26 de Outubro de 2012 às 01:00
Adorados até ao último minuto, os Ornatos Violeta cantaram temas como ‘Mata-me Outra Vez’
Adorados até ao último minuto, os Ornatos Violeta cantaram temas como ‘Mata-me Outra Vez’ FOTO: João Cortesão

É verdade que o tempo passou e, embora "haja sempre uma chaga para lembrar que há um fim", a verdade é que o grupo soube sarar as feridas e renascer para uma vida que nunca teve. Ontem, ao serão, ficou provado que hoje o grupo tem uma aura especial. Até a palavra Cruz que o vocalista Manel carrega no apelido parece ter ganho uma conotação quase bíblica.

E, num ‘santuário' como o do Coliseu, as canções dos Ornatos Violeta adquiriram dimensão litúrgica e as suas palavras um poder quase sagrado.

Adorados do primeiro ao último minuto, arrancaram ao som de ‘Para Nunca Mais Mentir', mas foram temas como ‘A Dama do Sinal', ‘Mata-me Outra Vez', ‘Dia Mau' e, em particular, ‘Chaga', que soaram quase a orações. O concerto, que se repete hoje e amanhã no mesmo palco, decorreu em verdadeira comunhão e em clima de paz. Ámen!

ORNATOS VIOLETA CONCERTO MÚSICA COLISEU LISBOA
Ver comentários