Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
3

Os 20 minutos de sexo oral explícito que chocaram o Festival de Cannes

'Mektoub, My Love: Intermezzo' é o novo filme de Abdellatif Kechiche.
24 de Maio de 2019 às 18:22
Mektoub, My Love: Intermezzo
Mektoub, My Love: Intermezzo
Mektoub, My Love: Intermezzo
Mektoub, My Love: Intermezzo
Mektoub, My Love: Intermezzo
Mektoub, My Love: Intermezzo
Há cenas que marcam para sempre a história de um dos festivais de cinema mais importantes do mundo. É o caso da longa-metragem 'Mektoub, My Love: Intermezzo', da autoria de Abdellatif Kechiche, exibido no Festval de Cinema de Cannes, esta quinta-feira.

Durante cerca de 20 minutos, os telespetadores depararam-se com uma cena explícita de sexo oral feminino, na casa de banho de uma boate.

O filme, que tem uma duração de quatro horas, tem dado que falar pela forma como exibe sem tabu a intimidade sexual de um grupo de adolescentes.

A trama, protagonizada por Shain Boumédine, Salim Kechiouche e Ophélie Bau, conta a história de um estudante de medicina que decide abandonar Paris para regressar à cidade onde nasceu, Sète, e tornar-se fotógrafo e escritor. Lá apaixona-se por Ophélie e entra numa autêntica viagem de experiências carnais.

Kekiche é conhecido pelas suas películas polémicas. Saltou para a ribalta em 2013, quando também no festival de Cannes, apresentou o seu "A Vida de Adele", um filme que retrata um romance lésbico entre duas adolescentes, e que se tornou num dos maiores sucessos cinematográficos desse ano.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)