Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
3

Paco Bandeira acaba carreira

Paco Bandeira vai pôr ponto final à sua carreira no próximo dia 17 de Novembro, com um concerto na terra onde nasceu, Elvas. No espectáculo, no Coliseu José Rondão Almeida, Paco Bandeira irá cantar com muitos dos seus amigos os grandes êxitos e os temas do seu último trabalho de originais ‘O Canto do Espelho’, editado em Outubro.
9 de Novembro de 2007 às 00:00
Paco encerra carreira de 40 anos na terra onde nasceu
Paco encerra carreira de 40 anos na terra onde nasceu FOTO: direitos reservados
“Saí jovem de Elvas e agora sinto que é como dizer: Vou a Lisboa fazer uma carreira e já volto”, disse ontem ao CM o cantor de 62 anos, que ao longo de uma carreira de 40 anos deu mais de 2600 espectáculos em território nacional e junto das comunidades portuguesas em Espanha, EUA, Brasil, Austrália, França, Itália e Canadá.
Para Paco Bandeira este era o palco e a altura ideal para pôr um ponto final na sua vida artística. “Não penso gravar mais porque já gravei e foquei todos os temas que queria. O último trabalho é o fim de um ciclo dedicado à música com grande profissionalismo”, salientou o cantor, que irá partir para outros projectos. “Tocar só para amigos que me quiserem ouvir e discos só para campanhas de solidariedade”, disse.
Com o nome artístico de Paco Bandeira, Francisco Veredas Bandeira nasceu em Elvas a 2 de Maio de 1945. O gosto pela música levou-o ainda adolescente a aprender a tocar guitarra. Na sua terra participou num agrupamento musical e em Badajoz (Espanha) foi locutor de rádio. Depois de cumprir serviço militar em Angola, dedicou-se à música. Dos êxitos destaca-se, entre outros, ‘A Minha Cidade (Ó Elvas, Ó Elvas, Badajoz à vista)’, ‘Ternura dos Quarenta’ e ‘Sina Cigana’.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)