Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
6

Palácio da Bolsa do Porto recebeu 290 mil visitantes em 2015

A grande maioria dos visitantes do Palácio da Bolsa, um dos monumentos mais procurados da cidade, são estrangeiros.
26 de Janeiro de 2016 às 13:15
O Palácio da Bolsa do Porto estabelece novo recorde de procura turística
O Palácio da Bolsa do Porto estabelece novo recorde de procura turística FOTO: Eduardo Martins

O Palácio da Bolsa, sede da Associação Comercial do Porto, anunciou esta terça-feira ter recebido cerca de 290 mil visitantes em 2015, estabelecendo um novo recorde de procura turística, que se traduz num aumento de 14% face a 2014.

A grande maioria dos visitantes do Palácio da Bolsa, um dos monumentos mais procurados da cidade, são estrangeiros, com destaque para os provenientes de França, Espanha, Alemanha, Brasil e Estados Unidos da América.

"Ao longo de 2015, houve 288.705 turistas a participar em visitas guiadas ao Palácio da Bolsa, vislumbrando a magnificência dos seus corredores e dos seus espaços -- com principal destaque para o Pátio das Nações, cujo restauro dos 20 brasões da cúpula foi em fevereiro, e para o áureo Salão Árabe", refere a instituição, em comunicado.

Sustenta que o crescimento de 14% face ao ano anterior decorre de um acréscimo de 34.921 visitas. De acordo com os dados do comunicado, o número de visitantes portugueses representa mais de um quarto das visitas ao Palácio (mais de 78 mil), tendo crescido 15% face ao ano anterior.

Os portugueses ultrapassam os franceses (50 mil) e os espanhóis (37 mil), no 'ranking' de turistas que quiseram conhecer o Palácio da Bolsa em 2015.

Alemanha (15 mil), Brasil (13 mil), Estados Unidos da América (12 mil) e Itália (11 mil) também se destacam na lista de nacionalidades que visitaram o histórico monumento da cidade do Porto, que acolheu também turistas da Islândia, Filipinas, Nova Zelândia, Nigéria e Venezuela.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)