Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
2

Paredes de Coura já tem datas para 2020

Edição deste ano foi a mais concorrida de sempre, com um valor recorde de 104 mil festivaleiros.
Ana Maria Ribeiro 18 de Agosto de 2019 às 09:37
Patti Smith era o nome mais esperado do dia de ontem, no fecho de mais uma edição do festival Paredes de Coura
Festivaleiros no Paredes de Coura
Patti Smith era o nome mais esperado do dia de ontem, no fecho de mais uma edição do festival Paredes de Coura
Festivaleiros no Paredes de Coura
Patti Smith era o nome mais esperado do dia de ontem, no fecho de mais uma edição do festival Paredes de Coura
Festivaleiros no Paredes de Coura
"É uma sensação maravilhosa e a continuação de um sonho que já tem 27 anos na nossa terra", disse este sábado ao CM João Carvalho, diretor do festival Paredes de Coura. O responsável falava no encerramento de uma "edição esgotadíssima" que levou à vila do distrito de Viana do Castelo o número recorde de 104 mil pessoas em quatro dias de evento.

"Conseguir esgotar com tanta antecedência e sentir que as pessoas estão contentes é a prova de que vale a pena continuar a trabalhar", acrescentou João Carvalho, que, num estudo de consumo, constatou que "há 90 por cento de nível de satisfação com o Paredes de Coura deste ano, tanto a nível do cartaz que apresentámos como a nível das infraestruturas". Tanto assim que a edição de 2020 já está em cima da mesa.

"Vai acontecer de 19 a 22 de agosto e já iniciámos contactos com os agentes de várias bandas importantes", admite o diretor do evento que, no entanto, diz ser prematuro adiantar nomes. "Não está nada assinado, ainda, mas quer-me parecer que vem aí mais uma grande edição deste festival que se renova constantemente e que neste momento é uma referência a nível nacional e um dos melhores festivais de música que se fazem na Europa", acrescenta.

De preços diz que é prematuro falar – "dependerá dos nomes das bandas e dos valores de mercado" – mas João Carvalho recorda que a nível de lotação o Paredes de Coura não pode crescer: "Queremos as pessoas bem instaladas", conclui.
Ver comentários