Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
4

PATRIMÓNIO TEM NOVO PRESIDENTE

João Belo Rodeia, o novo presidente do Instituto Português do Património Arquitectónico (IPPAR) defendeu ontem, no discurso de tomada de posse, a necessidade de “uma nova visão para o século XXI”. A acompanhar o arquitecto estiveram Rosa Amora e Pedro Roseta, respectivamente, a nova vice-presidente e o ministro da Cultura.
15 de Julho de 2003 às 00:00
Rosa Amora, Pedro Roseta e o recém-empossado João Belo Rodeia
Rosa Amora, Pedro Roseta e o recém-empossado João Belo Rodeia FOTO: José Barradas
Perante quase uma centena de pessoas presentes na cerimónia, realizada na Sala de Baile do Palácio Nacional da Ajuda, João Belo Rodeia lembrou os poetas, em geral, pela sua “generosa capacidade de dar a conhecer o mundo como ninguém” e, em particular, Sophia de Mello Breyner Andresen, de quem citou o poema “Inscrição” como metáfora para a sua nova missão.
Do seu programa de actuação consta uma maior concertação entre autarquias, investidores e poder central e ainda a concretização da fusão do IPPAR com o IPA (Instituto Português de Arqueologia).
“O IPPAR é um grande instituto e um dos mais importantes. Será enquadrado num novo modelo de adminsitração pública e os diplomas da sua nova lei orgânica terão de estar prontos no mais breve espaço de tempo”, lembrou a propósito Pedro Roseta que, às críticas ao atraso desta fusão, dada como prioritária, respondeu com a rejeição de “soluções de imediatismo”.
Quanto ao recém-empossado presidente, arquitecto de formação, a deixar adivinhar alma de poeta militante, afirmou “buscar o sentido mais profundo do património”, comparando-o à “força cíclica das marés que se mantem em eterno regresso”. Apostado em proteger e valorizar o património, tem por objectivo “galvanizar os cidadãos do País”.
“Portugal não pode abdicar deste projecto de destino”, disse, antes de concluir: “O património é como um legado que é preciso afirmar criativamente contra o pragmatismo uniforme e o esquecimento”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)