Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura

PAULA REGO NA AZAMBUJA

Uma exposição de obras inéditas de Paula Rego pode ser apreciada até ao dia 2 de Julho, na Galeria da Biblioteca Municipal de Azambuja.
29 de Junho de 2004 às 00:00
A mostra reúne um conjunto de 19 obras, na sua maioria inéditas, da conhecida artista que fazem parte da colecção particular de Bartolomeu dos Santos.
Esta colecção é constituída por uma pintura a óleo sobre madeira de 1953, oito desenhados aguarelados e aguarelas assim como dez gravuras constituídas por provas de estado e gravuras aguareladas.
Além destas obras inéditas, estão também em exposição cartões de boas-festas e de parabéns enviados pela artista aos amigos.
Nascida em Lisboa em 1935, Paula Rego estudou Pintura na Slade School of Fine Art de 1952 a 1956. Vive e trabalha em Londres desde 1976. A sua obra tem sido reconhecida e distinguida ao mais alto nível, encontrando-se representada nas mais prestigiadas instituições e museus a nível nacional e internacional.
A conhecida artista pinta quadros que contam histórias de persistente temática, denominação/agressão num tempo passado, com figuras saturadas e grotescas, obsessivas, que agarram a ironia para fugir ao pavor, extraídas de contos de fadas que perseguiram a nossa infância.
A exposição encontra-se patente ao público entre as 10h30 e as 18h30.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)