Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
4

Paulo Coelho ‘abraça’ traição

Escritor brasileiro lança ‘Adultério’ e diz tratar tema de "forma honesta".
13 de Abril de 2014 às 12:52
Aos 66 anos, Paulo Coelho já vendeu 140 milhões de livros
Aos 66 anos, Paulo Coelho já vendeu 140 milhões de livros FOTO: Duarte Roriz

"Pensei que o problema central de hoje era a depressão, mas já é considerada uma doença e é tratada. A questão principal que ninguém aborda de uma forma honesta é o adultério." Para o escritor Paulo Coelho, a ideia para o novo romance, que chega a Portugal na quinta-feira, apenas dois dias depois de ser lançado no Brasil, surgiu naturalmente. Apesar de arriscada, a ideia de traição impôs-se porque o autor de ‘O Alquimista’ não está "à procura da mesma fórmula, do mesmo livro".

A primeira edição de ‘Adultério’ em Portugal, que é lançada pela Pergaminho, terá 30 mil exemplares mas não se deve ficar por aqui: Paulo Coelho já vendeu três milhões de livros no mercado nacional, uma pequena parte dos 140 milhões de exemplares em todo o Mundo. É o escritor de língua portuguesa que mais vende e, aos 66 anos, diz não "fazer a menor ideia" do segredo do seu sucesso.

Paulo Coelho esteve recentemente em Portugal para um encontro privado com amigos no Guincho, mas não resistiu a falar sobre ‘Adultério’. Ciente de que a traição nos "homens é mais aceitável do que nas mulheres", o escritor garante que, ao longo de 208 páginas, tratará o tema sem rodeios e, apesar de considerar a trilogia de ‘As 50 Sombras de Grey’ um fenómeno "positivo", tem evitado comparações, até porque ainda não leu as obras de E. L. James.

Em ‘Adultério’, uma mulher casada, com dois filhos e jornalista começa a questionar a rotina e, apesar de ter a vida familiar perfeita, vai viver uma paixão arrebatadora quando reencontra um ex-namorado. "Dei-me conta de uma história muito comovente", resume o escritor.

Paulo Coelho literatura Adultério Brasil livro
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)