Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
6

Pedro Caldeira Cabral comemora 50 anos de carreira

Evento decorre a 25 e 26 de maio no Teatro São Luiz, em Lisboa
Natacha Cascais e Hugo Real 24 de Maio de 2017 às 18:04
Pedro Caldeira Cabral celebra 50 anos de carreira
Pedro Caldeira Cabral celebra 50 anos de carreira FOTO: D.R.

Pedro Caldeira Cabral, compositor e multi-instrumentista reconhecido internacionalmente, celebra 50 anos de carreira no Teatro São Luiz, com um concerto e um encontro a 25 e 26 de maio, respectivamente, que tem como tema a valorização e divulgação do legado patrimonial da guitarra portuguesa. 

A 25 de maio, o concerto contará com a presença de dois convidados especiais: Ricardo Rocha, um dos melhores intérpretes das obras de Carlos Paredes e de Pedro Caldeira Cabral, que irá apresentar inovadoras composições, e Luís Marques, professor de guitarra portuguesa na Academia de Música de Alcobaça e fundador do grupo de Fados Almedina, que apresenta repertório da guitarraa solo.

No concerto estarão presentes os músicos Pedro Caldeira Cabral, Joaquim Silva, Duncan Fox e Bernardo Saldanha. O espetáculo terá lugar na Sala Luís Miguel Cintra, pelas 21h00, e os preços variam entre os 12 euros e os 15 euros.

A 26 de maio irá decorrer o ‘Encontro em torno da Guitarra Portuguesa’, que tem como principal objectivo conhecer e pensar sobre a sua história, a nomenclatura, a evolução física, as técnicas e o repertório de dupla tradição, escrita e oral. Este encontro terá lugar no Jardim de Inverno, às 11h00 e às 18h15, e a entrada é livre.

Pedro Caldeira Cabral tem estado presente em várias áreas da música nacional. É investigador da música tradicional, intérprete multi-instrumentista, e a sua composição tem um estilo próprio presente na sua discografia a solo, que inclui quase vinte obras. Desde 1970, tem atuado nas principais salas e festivais da Europa, Estados Unidos da América, Colômbia, Macau e Brasil. Fez parte da organização de vários festivais e representou Portugal em eventos institucionais de grande importância. Apresenta-se com frequência no Festival Womad, de Peter Gabriel. É o fundador e dirigente do grupo Concerto Atlântico, formado por especialistas na interpretação da música dos séculos XV a XVII, utilizando instrumentos históricos. É o único quinteto de Violas de Arco em Portugal com atividade regular.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)