Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura

Pelos caminhos de Portugal

O novo executivo da Câmara de Arganil deu seguimento à reivindicação das gentes do Bufalhão: o único acesso à aldeia já está alcatroado.
24 de Setembro de 2006 às 00:00
Pelos caminhos de Portugal
Há pouco mais de um ano demos voz, nestas páginas, ao nosso leitor António Alves. “Permitam-me fazer eco do descontentamento das gentes da aldeia do Bufalhão, em Arganil. O único acesso é em terra batida. Enviámos um abaixo-assinado à Câmara de Arganil, pedindo que o acesso fosse alcatroado, mas nunca obtivemos resposta”, escreveu este nosso leitor, pedindo a nossa ajuda.
Foi o que fizemos. Questionámos o antigo e o novo presidente da Câmara.
Na passada semana recebemos outra carta do nosso amigo leitor António Alves, dando conta de que o acesso ao Bufalhão já estava alcatroado. “Valeu a pena escrever para o vosso jornal”, dizia, agradecendo, em nome das gentes da terra, a nossa intervenção. E dizia mais: “Embora a crítica [à Câmara de Arganil] tenha sido justa, penso que o elogio também o será”, manifestando também o seu agradecimento à nova equipa autárquica nas pessoas do presidente da Câmara (Ricardo Alves) e presidente da Junta de Freguesia de Pombeiro da Beira (Maria da Graça Lopes).
“Apesar das dificuldades de toda a ordem com que se debatem as autarquias, tudo se torna mais fácil quando há vontade e mobilização ao serviço do bem comum”, diz este nosso leitor.
No que nos diz respeito, ficámos contentes por ajudar.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)