Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
2

Piano de Nova Orleães toca no seu melhor

Henry Butler, lenda do piano, estilo Nova Orleães dos blues e do jazz, tocou na sexta à noite na Culturgest de Lisboa, encerrando o ciclo ‘Hootnanny’.
7 de Fevereiro de 2010 às 00:30
Butler encantou Culturgest
Butler encantou Culturgest FOTO: direitos reservados

Butler iniciou com música de Jelly Roll Morton, ‘Buddy Bolden Blues’, e para quem só o tinha ouvido em disco foi logo uma sensação de proximidade ouvi-lo ali, num piano solo sem amplificação. Os arranjos, os acordes e a mão esquerda mostraram a razão de oito nomeações para o Blues Music Award.

Cantou, com uma voz que lembra Ray Charles, ‘See See Rider’, ‘St. Louis Blues’ e ‘Mardi Gras In New Orleans’. Todas elas deixaram o perfume da tradição e da enorme técnica de Butler.

A grande interpretação da noite veio também de Jelly Roll, no tema ‘Booker Spirit’, dedicado a James Booke, onde Butler mostrou nada ficar a dever ao original. Foi um concerto inesquecível, que merecia honras de grande auditório.

Ver comentários