Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
3

PJ apreende 80 pinturas falsas (COM VÍDEO)

Quase dois anos depois de ter sido detida a mulher que falsificava obras de arte de alguns dos mais reconhecidos pintores portugueses, a Polícia Judiciária do Porto encontrou quase 80 obras em que foi falsificada a assinatura de pintores consagrados como Júlio Pomar, Bual, Júlio Resende, Cruzeiro Seixas, Cargaleiro, Malangatana, Vieira da Silva e Nadir Afonso.
23 de Abril de 2010 às 00:30
A Polícia Judiciária do Porto apresentou resultados da maior operação deste género realizada em Portugal.
A Polícia Judiciária do Porto apresentou resultados da maior operação deste género realizada em Portugal. FOTO: Nuno Fernandes Veiga

As obras encontravam-se na posse de um conhecido comerciante de arte de Lisboa, mas estavam numa casa de recuo e não na galeria onde aquele habitualmente transaccionava essas peças. Ao que tudo indica, tinham sido falsificadas pela mulher detida em 2008, mas, na altura, ambos terão conseguido esconder as pinturas. A mulher também foi libertada e sujeita a apresentações periódicas.

O valor das obras agora apreendidas pelos investigadores da PJ é muito elevado. No entanto, as autoridades não conseguem estimá--lo, pois é determinado no momento da venda. Os habituais compradores são pessoas pouco conhecedoras de arte, mas que têm dinheiro. Aceitam comprar as peças por preços ligeiramente mais baixos do que seria expectável pelas regras do mercado de arte, pensando estar a fazer bom negócio.

Ainda no âmbito desta operação, outros comerciantes terão sido constituídos arguidos. São também suspeitos de terem vendidos obras de arte falsificadas.

Ontem, Delfim Torres, da PJ do Porto, anunciou que se trata da maior operação do género alguma vez realizada em Portugal.

Ainda no âmbito de outra investigação conduzida por aquela Directoria da PJ, foram detectados e apreendidos, numa leiloeira do Porto, um tríptico em madeira com osso e marfim e uma pintura de Nuno Gonçalves (autor dos ‘Painéis de São Vicente’), como sendo dos séculos XV e XVI, quando na realidade são reproduções feitas nos séculos XIX e XX.

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)