Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
6

PLATEIA DE PÉ POR RAUL SOLNADO

"Nunca esperei ser objecto de um livro. Pensei ser vassoureiro como o meu pai. Por isso, talvez, o humor que tenho feito é limpo", palavras de Solnado na apresentação da reedição da biografia que lhe consagra 50 anos de carreira: "Raul Solnado - a Vida não se Perdeu".
3 de Junho de 2003 às 00:00
PLATEIA DE PÉ POR RAUL SOLNADO
PLATEIA DE PÉ POR RAUL SOLNADO FOTO: Jordi Burch
Aconteceu ontem no Grande Auditório da Feira do Livro de Lisboa que se levantou inteiro para lhe saudar quem, em todos os registos do humor, nunca deixou de passar mensagem maior: "Façam o favor de ser felizes"... E foi com a lágrima no canto do olho e o nó na garganta que Solnado recebeu de pé uma plateia de actores e não só.
Solnado tem muitos e bons amigos... É Rui Mendes quem o diz: "Conheço o Raul desde 1961 e este livro nunca estará escrito porque ele é um homem de vida cheia e de quem é muito fácil ser amigo e admirador do ser humano tanto quanto do actor", disse ao CM com a comoção contida que seria apanágio de todos por todo o tempo do evento.
Apanhada entre dois abraços, falámos com Leonor Xavier, a autora e companheira de Raul há muitos, muitos anos que, nem a propósito, foi logo avisando: "Desengane-se quem espera encontrar aqui biografia emotiva. Trata-se de um rigoroso trabalho jornalístico de reconstituição de uma vida e raras vezes pedi a interferência, obrigatoriamente subjectiva, do biografado".
Pela Oficina do Livro falou o editor, um incondicional do humorista, para louvar um acto de reconhecimento público, sobretudo,"numa altura em que se especula tanto sobre tanta gente e tanta coisa menos boa".
E trocadas as voltas do conteúdo pelas do efeito, temos a reacção do homenageado às palavras de apresentação de Maria Antónia Palla: "Acenderam o carvão da minha vaidade as palavras de Maria Antónia Palla e é muito bom ouvi-las em vida". E, a terminar, "leiam o livro porque é a única maneira de terem de alguma vez sentirem o maravilhoso cheiro do palco de um teatro. Até sempre".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)