Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
6

‘Pobreza Stop’ vai a leilão

Um vestido de Catarina Furtado vai ser leiloado para obter receitas para a Fundação Filos, organizadora do concurso ‘Hip Hop Pobreza Stop’ que o CM apoiou.
28 de Dezembro de 2008 às 00:30
‘Pobreza Stop’ vai a leilão
‘Pobreza Stop’ vai a leilão FOTO: Sónia Caldas

A final do certame, realizada em Outubro em Gondomar, foi apresentada por Catarina Furtado. As receitas do leilão destinam-se "a promover iniciativas de gente jovem que se quer manifestar e que pode alinhar em causas humanitárias", disse ao CM o padre José Maia, mentor do concurso e presidente daquela instituição de solidariedade social. O leilão "deverá realizar-se em breve", acrescentou.

Entretanto a RTP vai exibir no sábado a final do ‘Hip Hop Pobreza Stop’ com 12 rappers e graffiters, pelas 15h30. O endereço www.rtp.pt/hiphoppobrezastop foi também criado para promover o leilão e outras actividades. O padre José Maia defende que o hip hop e os graffiti são "duas formas alternativas de a gente jovem se exprimir e que a mobiliza", tendo o concurso em Gondomar sido apenas um começo. "A segunda rodada será a 26 de Maio de 2009, Dia da Vizinhança, com a participação, também, de bailarinas", revelou. A Filos está a desenvolver o Movimento Comunidades e Vizinhança de cariz solidário. "Temos seis equipas a trabalhar na zona Oriental do Porto para fazer o levantamento do que existe ao nível da necessidade e da oferta", esclareceu ainda o padre.

SAIBA MAIS

PROJECTO CONCORRIDO

À primeira edição do concurso concorreram 92 projectos de hip hop e 74 de graffiti.

BAILARINAS

Além do hip hop e do graffiti a segunda "rodada" do concurso vai contar também com bailarinas, revelou o padre José Maia.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)