Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
6

Poesia portuguesa em modo stand-up

"Quem disse que rir não podia ser uma coisa séria e poética?" É a partir desta premissa que o actor Ricardo Bargão vai apresentar o seu mais recente espectáculo de Stand-up Poetry, na Biblioteca Municipal de Loulé, dia 21, pelas 21h00.

19 de Março de 2011 às 00:30
Poesia portuguesa em modo stand-up
Poesia portuguesa em modo stand-up FOTO: DR

É desta maneira que a Biblioteca Municipal de Loulé vai assinalar o Dia Mundial da Poesia (21 de Março), mostrando uma nova perspectiva de Ricardo Bargão das obras dos poetas mais conhecidos da língua portuguesa. Bargão parte de um conjunto de poesias irónicas e satíricas de mestres da poesia, criando um espectáculo de comédia poética, em pé, "com palavras ditas, lidas e improvisadas…", explica o actor, que também vai encenar a peça. O espectáculo de comédia contará com as palavras de Fernando Pessoa, Alexandre O’Neill, Mário Henrique Leiria, Bocage, João de Deus, Cecília Meireles, Carlos Drummond de Andrade, Vinicius de Moraes e Natália Correia, entre outros. A entrada é gratuita.

Ricardo Bargão estreou-se no teatro profissional em 1993, com Filipe Crawford, no Grupo Meia Preta e foi fundador da Companhia de Teatro Projecto Quinto Império, Labirinto de Imagens e a Companhia de Teatro Alardiário, dividindo as suas intervenções entre a escrita, a encenação, a interpretação e a sonoplastia. n

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)