Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura

POLÉMICA

Ainda se justificam comícios de 'rentrée' política?
30 de Agosto de 2003 às 00:00
POLÉMICA
POLÉMICA
SIM
As ‘rentrées’ dos partidos, temos de reconhecer, já não são o que eram. Cada vez menos pessoas vão ao comício de fim de Verão do seu partido e muitas menos iriam se não fosse, de facto, o engodo da sardinha assada e a animação do cantor ‘pimba’. Sinais dos tempos de alheamento da coisa pública que só devemos lamentar. Ainda assim não é caso para dizer, como Luís Filipe Menezes, que as ‘rentrées’ já não fazem sentido e são apenas “grandes farras”.
José Rodrigues (Subeditor de Política)
NÃO
Os portugueses já não estão para comícios de ‘fim de Verão’. Por mais que os partidos se esforcem por mobilizar militantes – oferecendo sardinha e febra assada, dois copos de vinho e a voz monocórdica de um qualquer artista de ocasião antes do discurso inflamado de quem manda ou quer mandar no País – a adesão confirma o quanto é inútil celebrar o regresso da política. Mesmo com ‘convidados à força’ e por mais acanhado que seja o recinto, há sempre lugar para mais um.
Paulo João Santos (Editor de Sociedade)
Ver comentários