Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
6

Polémica envolve museu de Meier

No próximo dia 25, Roma inaugura o Museu Ara Pacis, o primeiro edifício moderno a ser erguido no centro histórico. Do arquitecto norte-americano Richard Meier, o projecto em forma de triângulo vai albergar o Altar da Paz, construído pelo imperador romano Augusto no século I a.C. para assinalar as suas vitórias.
6 de Setembro de 2005 às 00:00
O centro histórico da capital italiana onde vai abrir ao público o museu
O centro histórico da capital italiana onde vai abrir ao público o museu FOTO: Alessandro Bia (Reuters)
Este projecto esteve envolto em polémica e originou protestos dos mais tradicionais que não aprovam a obra de Richard Meier. Para os críticos, o imóvel construído em vidro assemelha-se a uma bomba de gasolina, razão que os leva a acusar a autarquia romana de tentar converter a capital italiana numa versão de Los Angeles, nos Estados Unidos.
Richard Meier é um arquitecto conhecido em todo o mundo mas, em Roma, é praticamente um desconhecido. Todavia, com esta obra, o seu projecto vai ficar ao mesmo nível das obras de Miguel Ângelo.
“O Museu Ara Pacis é um projecto com muito significado para a cidade e vai demonstrar a capacidade de Roma para entrar no século XXI, pelo que as pessoas têm muito a dizer sobre o assunto”, explicou Meier à agência Reuters.
O museu vai substituir um edifício moderno construído durante a ditadura de Benito Mussolini e que se enconta em avançado estado de degradação.
A inauguração do Ara Pacis coincide com a data de nascimento de Augusto. E, até à sua conclusão, prevista para Abril do próximo ano, apenas estará aberto uma vez por semana para visitas guiadas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)