Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
8

Portugal cobiça Urso de Ouro

Gradualmente, ‘Tabu’, do português Miguel Gomes, tornou-se o grande evento do Festival de Cinema de Berlim e a primeira escolha de muitos críticos. Por exemplo, no painel da edição diária da revista ‘Scream’, ‘Tabu’ vem logo atrás de ‘Barbara’, mas ambos bem distantes da concorrência. Os vencedores são anunciados amanhã.
17 de Fevereiro de 2012 às 01:00
Miguel Gomes (abraçado à actriz Ana Moreira) foi aplaudido em Berlim
Miguel Gomes (abraçado à actriz Ana Moreira) foi aplaudido em Berlim FOTO: Morris Mac Matsen/Reuters

Não deixa de ser curioso o volume dos rasgados elogios a esta espécie de rival português de ‘O Artista’, o filme com uma dezena de nomeações aos Óscares e já em exibição em Portugal. Ainda por estrear nas salas, ‘Tabu’ celebra uma ideia de um certo cinema clássico, com uma aposta num formato a preto e branco e na quase ausência de diálogos. Contudo, com muito cinema para mostrar.

Quase nas antípodas estará ‘Haywire’, o exercício de Steven Soderbergh no terreno da grande acção e exibido fora de competição. Uma espécie de resposta a James Bond, mas em que a avassaladora e musculada Gina Garrano se revela uma máquina infernal de pancadaria, ao lado de Antonio Banderas, Channing Tatum e Michael Fassbender.

De alto nível, fica a sequência de acrobática acção entre Garrano e Fassbender num quarto de hotel onde ambos se fazem passar por casal apaixonado. Seguramente, o oposto de ‘Tabu’.

Algures no meio, a separar águas, estará o documentário ‘Side By Side’, onde se discutem as virtudes do cinema digital e se compara este com os fotogramas em película. Um documento com enorme potencial de discussão, conduzido por Keanu Reeves e acompanhado por nomes fortes da indústria, como Soderbergh, Spielberg, Scorsese ou David Fincher.

Berlim Tabu Miguel Gomes
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)