Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
7

“Portugal também tem lado violento”

Nuno Lopes interpreta um pugilista forçado a fazer cobranças difíceis no filme ‘São Jorge’.
Leonardo Ralha 8 de Março de 2017 às 08:44
Nuno Lopes, Veneza, Prémio Orizzonti para Melhor Ator, São Jorge, Marco Martins, Belavista, Festival de Cinema de Veneza, distinguido, ator, prémio, premiado
Ator ganhou músculo para este papel
Nuno Lopes,  de 38 anos, fotografado no Maus Hábitos, no Porto, onde esteve a protagonizar a peça ‘A Noite da Iguana’, de Tennessee Williams
Nuno Lopes foi distinguido pela interpretação no filme 'São Jorge', de Marco Martins
Nuno Lopes
Nuno Lopes, Veneza, Prémio Orizzonti para Melhor Ator, São Jorge, Marco Martins, Belavista, Festival de Cinema de Veneza, distinguido, ator, prémio, premiado
Ator ganhou músculo para este papel
Nuno Lopes,  de 38 anos, fotografado no Maus Hábitos, no Porto, onde esteve a protagonizar a peça ‘A Noite da Iguana’, de Tennessee Williams
Nuno Lopes foi distinguido pela interpretação no filme 'São Jorge', de Marco Martins
Nuno Lopes
Nuno Lopes, Veneza, Prémio Orizzonti para Melhor Ator, São Jorge, Marco Martins, Belavista, Festival de Cinema de Veneza, distinguido, ator, prémio, premiado
Ator ganhou músculo para este papel
Nuno Lopes,  de 38 anos, fotografado no Maus Hábitos, no Porto, onde esteve a protagonizar a peça ‘A Noite da Iguana’, de Tennessee Williams
Nuno Lopes foi distinguido pela interpretação no filme 'São Jorge', de Marco Martins
Nuno Lopes
O medo de ficar sem o filho leva Nuno Lopes a fazer cobranças difíceis em ‘São Jorge’, que estreia esta quinta-feira.

Correio da ManhãComo é que ‘São Jorge’ se tornou um filme sobre a crise?
Nuno Lopes – É impossível falar de boxe em Portugal sem falar de gente pobre. Lutam literalmente pela vida. E a crise entrou-nos filme adentro. Não se falava de outra coisa.

- Foram bem recebidos nos bairros sociais da Jamaica e da Belavista?
- Muito bem. Diziam: "Se é para um filme, então venha ver a minha casa. E venha ver como é que vivemos aqui."

- Dão-lhe personagens capazes de grande violência neste e noutros filmes. Porquê?
- Não sei, mas gosto destas personagens. Portugal também tem um lado violento e isto não tem a ver com o boxe. Aprendi que o boxe tem regras. É muito pouco violento.

- Tem esperança de que as pessoas vão ver ‘São Jorge’?
- Há um preconceito enorme do público em relação ao cinema português e já não é merecido. Aquilo que me fez mais feliz ao ganhar o prémio [no Festival de Veneza], foi saber que pode ajudar a que as pessoas tenham curiosidade.

- Também foi importante para a sua carreira?
- Sinto a diferença.

- Sonha com Hollywood?
- Tenho o sonho de fazer filmes que me apeteça fazer. E contar histórias que me apeteça contar. Ser aqui ou em Hollywood é-me completamente indiferente.

‘São Jorge’ recorda os anos da austeridade em 24 salas de cinema a partir de quinta-feira
Nasceu da vontade de Nuno Lopes interpretar um pugilista, mas ‘São Jorge’, realizado por Marco Martins, transformou-se num retrato dos anos da austeridade. O ator de 38 anos foi premiado no Festival de Veneza pelo papel de pugilista que aceita fazer cobranças difíceis para evitar que a ex-mulher volte para o Brasil com o filho. O filme chega amanhã a 24 salas nacionais.
Nuno Lopes Portugal São Jorge ator pugilista filme cinema
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)