Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
9

Presença humana em Portugal há 300.000 anos

O que podem ser os vestígios mais antigos da presença humana em Portugal foram identificados por uma equipa internacional de arqueólogos na Ribeira da Atalaia, Vila Nova da Barquinha. Os achados foram datados de há 300.000 anos.
3 de Setembro de 2007 às 16:21
O sítio da Ribeira da Atalaia está a ser escavado por uma equipa internacional de arqueólogos, no âmbito do projecto ‘Tempoar – Território, Mobilidade e Povoamento do Alto Ribatejo’.
Nos diversos estratos foram encontrados vestígios de ocupação ocupação continua desde o homem de Neandertal (300.000 anos) ao homem Sapiens Sapiens (24 mil anos).
Também a estrutura de combustão de uma fogueira – vestígios extremamente raros - foi encontrada no local.
A datação dos vestígios foi conseguida pelo estudo dos depósitos do Tejo, complementado por análises com equipamentos sofisticados do Instituto Nuclear.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)