Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
5

Primavera Sound regressa em 2020 de 11 a 13 de junho

Para o próximo ano está já confirmada a presença dos norte-americanos Pavement, um "exclusivo mundial" do festival.
Lusa 8 de Junho de 2019 às 20:46
NOS Primavera Sound
Festival Primavera Sound 2019
NOS Primavera Sound, no Porto
NOS Primavera Sound, no Porto
NOS Primavera Sound, no Porto
NOS Primavera Sound, no Porto
Primavera Sound no arranque da temporada dos festivais
NOS Primavera Sound
Festival Primavera Sound 2019
NOS Primavera Sound, no Porto
NOS Primavera Sound, no Porto
NOS Primavera Sound, no Porto
NOS Primavera Sound, no Porto
Primavera Sound no arranque da temporada dos festivais
NOS Primavera Sound
Festival Primavera Sound 2019
NOS Primavera Sound, no Porto
NOS Primavera Sound, no Porto
NOS Primavera Sound, no Porto
NOS Primavera Sound, no Porto
Primavera Sound no arranque da temporada dos festivais
O Primavera Sound vai regressar ao Parque da Cidade do Porto em 2020, com a nona edição do festival a decorrer entre 11 e 13 de junho, disse à Lusa o diretor do evento, José Barreiro.

"Queremos que seja uma edição competente, que reflita todo o trabalho até agora, não só no recinto como em termos de programação. Queremos continuar a arriscar", explicou Barreiro, no úiltimo de três dias da oitava edição, no Parque da Cidade.

Para o próximo ano está já confirmada a presença dos norte-americanos Pavement, um "exclusivo mundial" do NOS Primavera Sound e do mesmo festival em Barcelona, que comemora a 20.ª edição.

Essa data será assinalada em 2020 com uma extensão em Los Angeles, com Barreiro a admitir, dias antes do evento, que este possa ter um efeito positivo "direta e indiretamente" no Porto.

Por outro lado, o objetivo é "voltar mais forte", depois da "edição mais difícil de sempre", por causa dos cancelamentos de Ama Lou, Mura Masa, Kali Uchis e Peggy Gou.

Os motivos, que vão de problemas de saúde ao mau tempo que cancelou voos, além da avaria no radar do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, levaram a que esta edição pudesse "ser melhor", apesar de a organização "não poder fazer mais".

O balanço, ainda assim, é "positivo", com concertos "muito bons" e um recinto que "nunca esteve tão bonito".

O dia deste sábado arrancou com a portuguesa Lena D'Água e os Primeira Dama, prosseguindo com nomes como Hop Along ou o 'punk' de Viagra Boys, além de um concerto 'improvisado' de Shellac, banda presente em todas as edições.

Outros nomes que maracaram o dia passam por Lucy Dacus ou Big Thies, numa noite que contará ainda com Nenh Cherry, Mykki Blanco ou Kate Tempest.

O Primavera Sound termina hoje no Porto, com as atuações de Jorge Ben Jor, Rosalía ou Erykah Badu, depois de dois dias que trouxeram a Portugal nomes como J Balvin, Interpol, Courtney Barnett ou Solange.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)