Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
1

Processo de ‘Jack, o Estripador’ na Internet

Os detalhes dos processos de criminosos como ‘Jack, o Estripador’ estão disponíveis a partir de hoje para consulta na Internet.
3 de Agosto de 2009 às 12:35

Estes documentos, bem como outros 1,4 milhões de processos em Inglaterra e no País de Gales, estão disponíveis para consulta no site britânico especializado em genealogia ancestry.co.uk. Os processos contêm os detalhes dos crimes julgados, o nome completo dos acusados, a sua data de nascimento e ainda o lugar onde se realizaram os julgamentos, bem como os respectivos veredictos.

Entre os mais conhecidos encontra-se o processo do médico escocês Thomas Neil Cream, cujas últimas palavras antes de ser enforcado foram confessar que era ‘Jack, o Estripador’, apesar de se encontrar na prisão na altura da ocorrência de alguns crimes.

Os documentos publicados cobrem o final do século XVIII e a totalidade do seguinte, detalhando 900 mil condenações a penas de prisão, 97 mil deportações e 10.300 execuções.

Na altura, uma condenação à morte era pronunciada por qualquer roubo superior a cinco xelins (aproximadamente 35 euros), roubo de gado ou abate de árvores, o que originou que quase dez por cento das pessoas julgadas fossem condenadas à morte ou deportadas.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)